17 de agosto de 2016

Vai fazer uma festa infantil? Não deixe de ler essas dicas.

Post by Portofino Buffet

OPERA CACAU - CAROL OLIVEIRAQuer inspiração para festinhas infantis? A Carol Oliveira, da Ópera Cacau Festas, é especialista em decoração e produção de eventos e orienta o passo a passo para a organização do seu chá de boneca ou chá de bebê de forma prática e criativa, desde a comida até a decoração! Confira a entrevista dela no nosso blog.

 

Sempre foi normal celebrar os aniversários dos filhos e fazer eventos que antecedem o nascimento de um bebê ou o casamento, mas atualmente esses momentos têm ganhado muitos detalhes na sua preparação e realização, como uma decoração de destaque, comidas especiais e lembranças para os convidados. Como essa tendência surgiu?

Carol Oliveira: Há 20 anos, uma decoradora dava pela TV algumas dicas de como montar uma festa em casa. Depois vieram as dicas das decoradoras de fora do Brasil, através da Internet e seus blogs de tendências mundiais em decoração de festas infantis. Muitas mamães começaram a colocar mais detalhes e características da família nas festas e postar nas redes sociais. Assim proliferaram muitas ideias vindas do mundo todo. E, atualmente, toda festa parece desenvolver cada vez mais criatividade e luxo.

 

Muitos nomes para as festas às vezes confundem as clientes. Chá de bebê, chá de frauda, chá de bonecas, chá de maternidade, chá de lingerie, entre outros. Quais são os principais e o que eles significam?

Carol Oliveira: Os brasileiros amam festa, qualquer motivo basta para reunir os amigos. Hoje, no mundo das festas, basicamente citamos quatro festas maiores para recebimento de amigos. Chá de lingerie/Chá bar: o nome quase se autoexplica. Em um a noiva pede apenas lingeries, e no outro o noivo pede peças e bebidas para o bar da nova casa. Chá de fraldas/Chá de bebê: os dois se caracterizam por comemorar a fase anterior ao nascimento da criança. No chá de fraldas, a mamãe pede fraldas quase que exclusivamente, e no de chá de bebê, a mamãe indica algumas lojas para receber presentes diversos das convidadas. O chá ou mesa de maternidade acontece quando a criança já chegou ao mundo, e a mãe prepara uma mesa com guloseimas doces e salgadas para receber as visitas na maternidade. Além das lembrancinhas que ajudam a decorar o ambiente. Chá de bonecas: sabe aquela festa fofa que cada criança leva ou ganha sua boneca? É essa mesma! Com todos os detalhes que merecem uma festinha para suas crianças e bonequinhas.

 

E quais são as principais tendências de personalização desses eventos em 2016? Existe alguma decoração ou tema mais pedido entre as clientes?

Carol Oliveira: Hoje em dia, as mamães estão muito antenadas. Para 2016/2017, apostamos nas festas reais com príncipes, princesas, urso rei, Mickey clássico, entre outros personagens que nunca saem de moda. Quando é assim, podemos explorar todo o contexto, ambientação e decoração do evento. Nesse sentido, as festas menores e temáticas nunca perderão seu espaço.

 

Em meio a tantos detalhes e opções, o que as mães e noivas devem se atentar na hora do planejamento da festa? Você pode nos dar resumo do passo a passo dessa preparação e contratação dos serviços?

Carol Oliveira:  Uma festa perfeita depende de comida e bebida boas, música agradável, serviço de qualidade e ambiente seguro. Mas um passo a passo que podemos citar é primeiro a escolha do local da festa. Na sequência, a definição do buffet de comidas e bebidas, seguido da decoração. Por último, é interessante cuidar da escolha das músicas ou DJ e das lembrancinhas que os convidados irão receber ao término da festa.

 

Existem erros comuns, aos quais os anfitriões devem tomar cuidado na hora da organização do evento? Se sim, quais são os principais pecados cometidos na festa? E como fazer para não errar?

Carol Oliveira: O maior erro que é possível perceber hoje em dia é a falta de profissionalismo de alguns fornecedores. Vemos pessoas contratando algum amigo que tem o “dom”, e no dia a festa não sai como se esperava. Ou fecham o buffet de comidas e decoração com empresas desconhecidas e sem indicação que não aparecem para o serviço ou entregam uma festa completamente diferente do contratado. A minha dica é que os clientes sempre pesquisem muito, liguem para as amigas ou conhecidas que já fizeram algo com a empresa pretendida, que vá ver alguma festa que essa pessoa esteja entregando e, principalmente, faça um contrato. Isso pode proteger de fornecedores de má fé.