20 de setembro de 2016

Flores e cores

Post by Portofino Buffet

we-plant-atelier-flowershop-5Já que a palavra para casamentos em 2016 é personalização, a pegada DIY (Do It Yourself ou Faça Você Mesma) é tendência quando o assunto é buquê de noiva e decoração. Conversamos com a arquiteta e paisagista Maria Mercadante Bedrikow, idealizadora da We Plant, charmosa flowershop localizada em Florianópolis, para saber como esse conceito intimista e moderno pode ser incorporado aos detalhes do look da noiva e da decoração do casamento. Vem ver!

 

Como vocês recebem e orientam as noivas que chegam à We Plant com tantas dúvidas e opções de flores a escolher para o casamento?

Maria Mercadante Bedrikow: Conversamos bastante para conhecer e entender os noivos, suas preferências, gostos, sonhos e estilo. A partir desse contato, construímos um briefing e iniciamos uma pesquisa compondo referências de decor, flores e cores para então orientar quais as melhores opções possíveis. E, para atender os noivos de forma integrada em todas as etapas do evento, a We Plant tem assessoria e produção completa para construção desta festa única e personalizada.

Qual é a tendência para os buquês e arranjos de decoração de casamentos em 2016/2017, principalmente com a proximidade da primavera/verão?

Maria Mercadante Bedrikow: A tendência é descombinar! As noivas estão buscando um visual mais solto, principalmente nos arranjos e buquês, onde são utilizadas diversas espécies de flores e plantas de forma desconstruída, com uma pegada dos arranjos europeus. Para as estações mais alegres, na paleta do verde e branco entram core
s como marsala, rosê e acinzentados, entre outras E para as noivas mais modernas, as possibilidades de cores são infinitas como a primavera.

Em meio a tantas opções, há fatores determinantes ou regras e protocolos que a noiva deve seguir para a escolha do buquê? Precisa combinar com as flores e cores da decoração da cerimônia ou recepção? E existe diferença na escolha se o casamento é durante o dia ou durante a noite?

Maria Mercadante Bedrikow: Acreditamos que com relação ao buquê, além da vontade da noiva, existem alguns fatores relevantes como a harmonia com a decoração, o estilo do vestido e da festa, sem muitas regras pré-estabelecidas. Durante a noite, por exemplo, não recomendamos buquês com flores muito escuras, e durante o dia ficam lindos alguns pontos de cores escuras nos arranjos, como a calla e a boca de leão na versão marsala.

O uso de acabamentos de cetim, pedras imitando cristais e a junção do buquê com um terço, por exemplo, ainda está em uso? O que vocês recomendam para as noivas que querem ousar e apresentar algo diferente?

Maria Mercadante Bedrikow: Cada noiva tem seu estilo, então procuramos atender nossas clientes combinando seus gostos às tendências da melhor maneira possível. Para as noivas ousadas que querem surpreender, recomendamos a utilização de flores exóticas e nobres como as proteias, peônias, orquídeas e até suculentas! Essa é uma composição com cara de flores colhidas no jardim que pode ser complementada com detalhes como fitas compridas e soltas no arranjo.

Dizem que noivas baixas devem usar buquês arredondados, assim como as altas os modelos cascata. O tipo físico da noiva influi na escolha do buquê, como o tom da pele, a cor do cabelo e dos olhos?

Maria Mercadante Bedrikow: Acreditamos que tudo deve funcionar como na natureza: sem muitas regras, respeitando proporções. E podemos sim dar algumas dicas e sugestões. Para um look com muita informação, recomendamos arranjos mais leves, cores únicas em um buquê de tulipas, callas, ou orquídeas. E na onda da tendência boho, abusar das cores e flores silvestres fica lindo e elegante.